Onde ficar e como circular em Rosário

Uma das coisas que mais gosto quando visito uma cidade é ter liberdade para andar à pé.

Não depender de transporte público, seja ônibus ou metrô, táxi, Uber, etc, nos permite apreciar muito mais as belezas e cultura da cidade.

E Rosário é perfeita para perambular à vontade com as próprias pernas!

 Dá uma olhada no mapa e observa como as quadras são uniformes:

2018-08-20

Além disso, nos sentimos muito seguros para circular à pé, inclusive à noite. E aproveitamos muito a cidade de jeito.

Mesmo assim, é importante escolher um local de hospedagem que seja próximo das principais atrações, pois a cidade é plana mas as distâncias podem iludir:

Atenção! Não se deixe enganar em relação às distâncias em razão dos nomes das ruas: Elas permanecem com o mesmo nome por quilômetros! Exemplo: A Rua Tucuman, do começo ao fim, tem 4,7 Km; a Santa Fé, 6,7 Km; a Córdoba, 4,8 Km; a Boulevard Oroño, 9 km!

ONDE FICAR

Nos hospedamos na beira do Rio Paraná, na esquina das Ruas Belgrano x Tucumã, e foi uma escolha mais do que acertada.

Além da vista para o Rio, Ficamos muito próximos do centro (sem estar no centro), e também das principais atrações como a Plaza 25 de mayo, a Catedral, O Monumento Nacional à Bandeira, as ruas San Martin e Córdoba, o Parque Espanha e seus maravilhosos restaurantes, enfim, todos os lugares indispensáveis de conhecer em Rosário.

2018-08-16 (2)

Sobre nossa hospedagem

Foi nossa segunda experiência com o Airbnb, e foi ainda melhor do que a primeira: o que o apartamento tinha de pequeno sobrava em charme. E o anfitrião nos atendeu super bem, nos deu várias dicas e deixou o espaço recheado de mimos (sabonetinhos, chá, café), além de responder todas nossas dúvidas super rápido. Também nos deu várias dicas de restaurante que se mostraram escolhas muito acertadas!

Super recomendo ficar neste lugar! Abaixo mais algumas fotos:

E essa vista? Podia ficar aqui o dia inteiro…

Outro lugar que recomendo é o Esplendor Savoy Rosário. Fica um pouco mais perto do centro, na esquina das ruas San Martin X San Lorenzo, e a arquitetura é espetacular, sendo uma das atrações da cidade:

IMG_0527

Quem se hospedou nesse hotel foi minha amiga Juliana, do blog Viajando com a Juliana, que adorou o hotel. Leia mais aqui.

Se não puder se hospedar lá, o restaurante é aberto ao público, e já dá para curtir um pouquinho o mood do lugar.

COMO CIRCULAR

Como mencionei, a cidade é plana e dá para caminhar tranquilamente de dia e à noite. Mas claro que depois de saracotear o dia inteiro, pode faltar perna para voltar ao hotel/apartamento.

Mas não se preocupe: vale a pena utilizar o serviços de táxi. 

Na maioria das vezes fazíamos assim: caminhávamos até o destino, não importava a distância (do nosso apê até o Alto Rosário Shopping, por exemplo, eram 4 km), e depois voltávamos de táxi, sem gastar uma fortuna (neste caso o custo foi de $100 pesos (cerca de R$ 15,00).

O transporte público parece muito organizado, todas as paradas de ônibus tem uma placa com a indicação das linhas que passam por ali, e tem até um aplicativo em que é possível acompanhar os horários, MAS:

  • Não é possível pagar a passagem em dinheiro – é preciso adquirir o cartão Movi antecipadamente nos Kioskos (e nós não encontramos – e não nos esforçamos em encontrar);
  • Aparentemente não é possível pesquisar as Linhas no aplicativo de acordo com o destino – ou eu não soube usar o APP.

No site de turismo de Rosário tem informações mais detalhadas, inclusive com os valores da bandeira do taxi e de estacionamento.

Saindo do Aeroporto

Embora conste no site da cidade que é possível sair do aeroporto utilizando a linha 115, não tinha cartão MOVI para vender no Kiosko do aeroporto. Assim, tivemos que utilizar o AEROMOVI, ao custo de $ 90 pesos por pessoa (cerca de R$ 14,00). 

O maior problema não foi o custo, e sim o local do desembarque: ficamos muiiito longe do nosso destino. Descemos no Terminal de Ônibus da Plaza Mariano Moreno – a 4 km do apartamento. 

Tanto que, na metade do caminho, depois de muito caminhar arrastando mala, acabamos pegando um táxi ($75,00 – cerca de R$ 12,00). 

Ou seja: neste caso, se tivéssemos pego um táxi direto do aeroporto, teríamos ganho tempo e dinheiro: na volta, o táxi do apê ao aeroporto custou $370,00 (cerca de R$58,36). 

Uber e Cabify 

Em Rosário não tem Uber, apenas Cabiby. Em princípio funciona bem, perguntamos ao nosso anfitrião do Airbnb, ele afirmou nunca ter usado, mas que os amigos usam, e tal… 

Fizemos uma simulação para saber o valor até o aeroporto, chamamos um carro, parecia estar tudo funcionando bem. 

No dia de ir embora, malas prontas, chamamos o carro, este aceitava a corrida e… nada! A corrida era cancelada!

Os minutos foram passando e acabamos optando pelo táxi mesmo e – DUAS SURPRESAS!

1ª – A corrida de táxi custou menos do que o valor simulado no Cabify!

2ª – Apenas quando chegamos em Porto Alegre descobrimos que o cartão de crédito foi recusado pelo aplicativo. Não descobrimos o motivo. Em Porto Alegre ele funcionou normalmente assim que chegamos no Aeroporto e pegamos um Cabify para ir para casa. 

O cartão estava desbloqueado para compras internacionais e passou tranquilamente em lojas e restaurantes. 

Nota: havíamos usado Uber em Portugal e lá também funcionou normalmente. Mistério.

Agora que vocês já sabem onde se hospedar e como se locomover na cidade, não perca o próximo post com as 10 coisas que mais gostei em Rosário!

 

 

Rosário, um encanto de cidade

IMG_0046
Praça 25 de maio e Correios

Normalmente, não escolhemos destinos onde faça frio. Sempre tenho medo de não aproveitar tanto o dia, e também de sair em todas as fotos assim:

DSCN0898
A cara de quem está amando o frio…

Mas uma promoção “imperdível” da Azul, com voo direto de Porto Alegre para Rosário, me fez arriscar a viajar no inverno para visitar a a cidade, em julho de 2018.

E me surpreendeu!

A terceira maior cidade da Argentina é mais procurada pelos brasileiros para cursar faculdade: não tem vestibular e o custo de vida é relativamente baixo se comparado com o Brasil. Mas não deveria ficar de fora da rota turística: há muitas atrações para aproveitar.

Localizada na região central do país, está localizada a 300 km a noroeste de Buenos Aires, na margem oeste do rio Paraná, que, aliás, é um dos principais encantos da cidade, junto com sua costa cheia de parques bem conservados.

img_0091.jpg
Parque Belgrano

Além dos parques, a a arquitetura neoclássica que foi mantida ao longo dos séculos em centenas de residências, casas e edifícios públicos é de encher os olhos.

IMG_0172
Palácio Fuentes – Localizado na esquina das ruas Santa Fe e Sarmiento, é um dos grandes tesouros da arquitetura rosarina.
IMG_0015
Prédio Bola de Neve Foi o mais alto da sua época. Da torre era projetado o cinema numa tela na praça.

Há poucos blogs com informações sobre a cidade, mas o site de turismo de Rosário é bem completo e tem a opção de escolher o idioma! Foi de lá que coletei praticamente todas as informações sobre as principais atrações.

Eles tem sugestões de roteiros completos para quem vai passar 24h, 48h ou 72h na cidade. Apresenta opções de roteiros temáticos, e também conta com toda a programação cultural da cidade. Como fomos em julho, nas férias escolares, a cidade estava repleta de atividades e peças teatrais para crianças.

Também é possível baixar o APP Rosário Turismo e selecionar as atrações que quer visitar, que o aplicativo envia uma notificação quando estamos passando perto do local!

Motivos não faltam para conhecer Rosário! Foram cinco dias de muitas surpresas agradáveis e excelentes refeições!

No próximo post, dicas de onde se hospedar, e como se locomover na cidade!

Rio Paraná
O nascer do sol mais lindo que já vi!

HOJE É DIA DE SANTO ANTÔNIO!

img_9843
Museu do Azulejo, Lisboa, Portugal, 2017.

Não sou uma devota fervorosa, e tenho muito mais simpatia pela doutrina espírita kardecista do que pela igreja católica, mas se tem um evento que não deixo de participar é a procissão luminosa no Dia de Santo Antônio.

Todo mundo tem um santo para “se agarrar” quando a coisa aperta, e o meu é Santo Antônio.

Seja por ser o padroeiro paróquia que fui batizada, ou pela proximidade com a casa da minha família, tenho muita simpatia pela Paróquia Santo Antônio e pela Festa de Santo Antônio.

Quando era criança, a minha avó Gecy ajudava a servir o “chá da igreja”, e era comum a família ir prestigiar o evento, pois a comunidade de senhoras passava dias fazendo pastéis e tortas, organizando o “jogo do saco” e outras brincadeiras que hoje não tem mais espaço neste mundo hiper tecnológico.

Mas lembro com carinho destes momentos, o que talvez me faça retornar, não importa o frio, para acompanhar a procissão.

Abraçada na minha mãe, intercalamos a cantoria com comentários sobre as mudanças no bairro, e cumprimentos a pessoas conhecidas. E sempre nos emocionamos no momento da “Canção da Família”, na esquina das ruas Voltaire Pires com Paulino Chaves, momento de dar uma olhadinha em direção à Igreja e ver “o mar de velas” que nos segue!

img_9840
Procissão Luminosa, todo dia 13 de junho, na Paróquia Santo Antônio do Partenon – Porto Alegre.

No site da Igreja é possível conferir a programação completa da festividade. A procissão começa às 20 horas, saindo da frente da Igreja, na Paulino Chaves.

Curiosidades:

  • Batizado de Fernando Bulhões, Santo Antônio era um frade franciscano, nascido em 1195, em Portugal, mas viveu durante a maior parte de sua vida em Pádua, na Itália.
  • Ele ficou conhecido como o “santo casamenteiro” porque ajudava mulheres humildes a conseguirem dote e enxoval para o casamento.
  • Em 1911, no dia 30 de agosto, foi oficializada a Capelinha Santo Antônio, no local atual, como Paróquia.
  • Em 1913, no dia 13 de junho acontece a primeira Festa do Padroeiro, Santo Antônio. Neste ano também inicia a história da Escola Santo Antônio – onde eu estudei :), aos cuidados dos Irmãos Lassalistas.
  • Em julho de 1932, foi erguida a Cruz Luminosa no ápice da torre. No dia 5 foi ouvido o primeiro sino ressoar no alto da torre. 18 sinos vieram de Annecy, na França.
  • Em 13 de março de 1985 iniciaram-se as celebrações dos dias 13, com benção dos pães e da saúde e a divulgação do slogan  “Dia 13, não é dia de azar, é dia de Santo Antônio”.

 

 

Menu dia dos Namorados

Menu romântico

Não sou nenhuma chef, maaas, já que fiz a sugestão para os casais apaixonados aproveitarem o aconchego do lar para jantar, nada mais justo do que uma receita fácil para uma noite romântica!

Tradicionalmente, aproveitamos o dia dos namorados para fazer fondue. Isso porque eu realmente AMO fondue de carne e de queijo, e em junho temos o clima perfeito para a combinação fondue + vinho.

Este ano, no entanto, fez um super calor ontem (28ºC) combinado com uma umidade de 300%, por isso decidimos fazer uma receita mais rápida e leve, que vou compartilhar com vocês 🙂

Penne na manteiga com ervas e camarões 🍤🍤🍤

Essa receita não é minha, é inspirada em uma publicação do Home Chefs, e pode ser feita só com manteiga e ervas, ou ser incrementada com camarões, carne picada, tomates secos… já testei todas essas versões e ficaram ótimas!

  • 300g de massa penne (fica melhor do que com espaguete)
  • 3 colheres de sopa de manteiga sem sal
  • manjericão fresco
  • Ervas de sua preferência
  •  pimenta preta em grãos para moer
  • Suco de um limão
  • 300g de camarão fresco
  • 1/2 cebola ralada
  • sal e pimenta do reino
  • azeite de oliva

Enquanto a massa cozinha, apenas refogo os camarões (temperados com o suco de limão e pimenta) com azeite de oliva, a cebola, sal e pimenta. Fica pronto muito rápido.

Após escorrer a massa (al dente) no escorredor, uso a mesma panela para colocar um fio de azeite e derreter a manteiga e adicionar as ervas.

É muito rápido mesmo!

Com a manteiga derretida, basta misturar a massa  e os camarões!

Não sou boa nem para tirar foto de comida, nem para caprichar na apresentação… mas além de muito saborosa, é fácil e deliciosamente rápida de preparar.

Até porque hoje não é dia de ficar na cozinha, né?!

E para aqueles que estão avulsos, não esqueçam que amanhã é dia de Santo Antônio, hein?! 😇🙏🏻

Love is in the air

Cordilheira dos Andes, 2018

12 de junho, dia dos namorados… garanto que na tv e no rádio não se fala em outra coisa. Ou melhor, as propagandas não dão trégua.

Não vou entrar no mérito do quanto eu acho essas datas comerciais explorativas. Basta lembrar que agora também se comemora o Valentines Day, em fevereiro (oi ?) Hello, EUA!

Enfim, já que o tema está no ar, melhor aproveitar também, né?!

Não precisa ser nada muito elaborado não… não posso falar pelos namorados não casados, que nem sempre tem um lugar para curtir sozinhos, e então tem que entrar no esquema restaurante lotado, motel lotado, etc…

Mas, para aqueles os casais que já tem seu lar doce lar, mais um motivo para curtir uma noite fora da rotina casa-trabalho-casa… mesmo que no aconchego do lar.

Sou super apreciadora de coisas simples da vida, e acho que fazer refeições em casa é um luxo para poucos.

Minha sugestão, então, é um jantarzinho romântico em casa, nem precisa grandes decorações ou cardápios. Ninguém precisa ser chef para romantizar ou surpreender de forma criativa e positiva.

Ok, sendo muito clichê, flores são muito bem vindas! Mas guria, nem precisa esperar ganhar as flores! Já vai logo decorando a casa, que isso já anima! Ganhar mais um buquê vai ser um alegre brinde!

Umas velinhas e outros enfeitizinhos que todo mundo tem em casa, e voilá! Já temos uma decoração de dia dos namorados!

Ah, e não esqueça de postar fotinhos românticas no Face, né?! Afinal, as redes vão estar trasnbordando amor amanhã.

Paris, França, 2013
Porto, Portugal, 2017

Quanto aos solteiros, não esquentem a cabeça. É só mais uma data para alavancar as vendas do comércio mesmo.

Mais um blog na Blogosfera!

Mais um blog?

Como se o mundo precisasse de mais blogs…

Precisar, não precisa, quem precisa sou eu!

Um espaço para compartilhar roteiros, destinos, sonhos, micos, fotos, looks de viagem…

Ah, então é um blog sobre viagem?

Sim, mas não apenas!

Também é sobre inspirações, aspirações, e qualquer assunto que eu considere interessantemente relevante para compartilhar!

#viagem#maladeviagem#lifestyle#comer#beber#rezar#amar#passear#organizar#decorar#pet#ler#música#cinema#netflix#nadismo#etcetal

img_8785